mar 23

A bela Elle Fanning está na capa e no recheio da revista americana PorterEdit, na edição semanal digital. A atriz, de 20 anos, que estrela o filme “Teen Spirit”, falou sobre crescer “brincando de representar” com sua irmã Dakota Fanning: “Minha irmã e eu interpretávamos cenas elaboradas em casa. Como cenas de nascimento… eu era o bebê, saindo… Coisas loucas como essa. Nós estávamos fazendo isso nós mesmas; nós não éramos como: ‘oh, mamãe e papai, sentem-se e vamos atuar para vocês.’ Foi assim que atuamos.” E sobre como ela espera que a personagem Aurora, em “Malévola 2”, seja um modelo positivo e, por isso, certo para abraçar a feminilidade: “Quero que Aurora seja uma personagem que [as meninas] possam olhar para cima, que é forte e tudo isso. Mas Angelina [Jolie] e eu estávamos falando sobre isso: Malévola, claro, tem o lado negro, e Aurora é aquela que ama rosa e é luz e ela não tem medo de ser feminina. Acho bonito representar [alguém] que é forte em suas crenças, mas também é inabalável em permanecer fiel a si mesma. Uso vestidos o tempo todo ao longo do filme… Não tenho um momento em que explodo em armaduras, você sabe o que quero dizer? Não há nada de errado em amar seu lado feminino. Acho que, como mulheres, devemos amar essa parte de nós.”

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , , ,

mar 22

Relaxe no fim de semana com esses bons filmes. Divirta-se!

 

Ação 
Bumblebee, EUA, 2018. Dirigido por Travis Knight, com Hailee Steinfeld e John Cena. Em 1987, um Bumblebee em fuga encontra refúgio num ferro-velho de uma pequena cidade costeira da Califórnia. Charlie, prestes a completar 18 anos e à procura do seu lugar no mundo, descobre Bumblebee, ferido e acabado. Quando Charlie o recupera, rapidamente descobre que não se trata apenas de um escaravelho amarelo.

Biografia 
Estrelas de Cinema Nunca Morrem (Film Stars Don’t Die in Liverpool), Reino Unido, 2017. Dirigido por Paul McGuigan, com Annette Bening e Jamie Bell. Liverpool, 1978. O que começa como um vibrante caso entre a legendária vencedora do Oscar Gloria Grahame e o jovem ator iniciante Peter Turner, logo se transforma em uma relação mais profunda. A paixão e ambição do casal é testado por acontecimentos que estão além de seu controle.

Comédia Dramática 
Proibido Homens (No Men Beyond This Point), Canadá, 2015. Dirigido por Mark Sawers, com Patrick Gilmore e Reika Sharma. Desde 1953 as mulheres do mundo se tornaram assexuais e não dão a luz aos homens. O homem mais jovem ainda vivo, Andrew Myers, trabalha como empregado doméstico para uma família de mulheres e toma para si a tarefa de não deixar que os homens sejam extintos.

Drama
Querido Menino (Beautiful Boy), EUA, 2018. Dirigido por Felix Van Groeningen, com Steve Carrel e Timothée Chalamet. David Sheff é um conceituado jornalista e escritor que vive com a segunda esposa e seus dois filhos. O filho do primeiro casamento, Nic, é viciado em drogas pesadas e mora com o pai. David tenta entender o que acontece com seu filho, que teve uma infância de carinho e apoio, pesquisa sobre droga e dependência. Nic, por sua vez, passa por diversos ciclos da vida de um dependente químico, lutando para se recuperar, mas volta e meia se entrega ao vício.

Policial 
A Lenda de Barney Thomson (The Legend of Barney Thomson), Reino Unido/Canadá, 2015. Dirigido por Robert Carlyle, com Robert Carlyle, Emma Thompson e Ray Winstone. Vivendo uma vida medíocre e desinteressante, o tímido e desajeitado Barney leva o dia a dia como barbeiro na cidade escocesa de Glascow. Porém, o rumo das coisas está prestes a mudar quando ele passa a se envolver no mundo grotesco e comicamente absurdo de um serial killer, tentando cobrir seus rastros à medida que foge do detetive local.

Romance 
Regras Não Se Aplicam (Rules Don’t Apply), EUA, 2016. Dirigido por Warren Beatty, com Warren Beatty, Lily Collins e Alden Ehrenreich. 1958. A trama acompanha o amor entre Mahla Mabrey, uma jovem atriz religiosa, e seu motorista, Frank Forbes. Mas o relacionamento é proibido pelo chefe deles, o excêntrico aviador e produtor de cinema Howard Hughes.

Suspense 
O Peso do Passado (Destroyer), EUA, 2018. Dirigido por Karyn Kusama, com Nicole Kidman e Toby Kebbell. Erin Bell é uma detetive da polícia norte-americana que aceita participar de um plano arriscado, infiltrando-se entre bandidos para obter informações. A estratégia dá errado, gerando uma tragédia que marca a sua vida sempre. Anos mais tarde, ela reencontra pistas da gangue de antigamente, e volta a perseguir os responsáveis por seu drama pessoal.

Suspense Britânico
Busca Sem Limites (Collide), EUA/Espanha/Marrocos/Reino Unido, 2016. Dirigido por Eran Creevy, com Felicity Jones, Nicholas Hoult e Anthony Hopkins. Depois de um assalto dar errado, Casey Stein encontra-se em fuga de uma gangue cruel chefiada por Hagen. Deixado sem escolha, Casey chama o seu antigo empregador e contrabandista de drogas, Geran, para proteger sua namorada Juliette de Hagen. Assim, ele sai em uma perseguição de carros nas estradas alemãs para salvar o amor da sua vida, antes que seja tarde demais.

 

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,

mar 22

Este drama britânico é inspirado no livro do escritor inglês Ian McEwan, “A Balada de Adam Henry”, é sobre uma juíza com um casamento falido e seu envolvimento em um novo caso para ser julgado, tem uma ótima atuação da protagonista e um roteiro interessante. A direção é de Richard Eyre (O Amante), com Emma Thompson, Stanley Tucci, Fionn Whitehead, Ben Chaplin, Rosie Cavaliero e Jason Watkins.

Fiona Maye é uma eminente juíza da Alta Corte, que preside casos eticamente complexos do direito familiar. Com o serviço pesado, sua carga horária acaba exigindo um desgaste pessoal de Fiona. Em meio ao seu precário relacionamento com um professor, ela precisa decidir sobre o caso de Adam, um garoto brilhante diagnosticado com o câncer que se recusa em fazer a transfusão de sangue que salvará sua vida.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,

mar 22

Esta comédia dramática francesa, sobre homens deprimidos e uma nova terapia para eles, é divertida, tem um bom elenco, boas atuações dos protagonistas e um bom roteiro, com bons diálogos. A direção é de Gilles Lellouche (Problemas de Um Dorminhoco), com Mathieu Amalric, Guillaume Canet, Benoît Poelvoorde, Jean-Hugues Anglade e Virginie Efira.

Bertrand está no “auge” dos seus quarenta anos e sofre de depressão. Depois de usar uma série de medicamentos que não surtiram efeito, ele começa a frequentar a piscina municipal do bairro em que vive. Lá ele conhece outros homens com histórias semelhantes a sua. O grupo se junta e forma uma equipe de nado sincronizado masculina, algo incomum dentro do esporte. Sob o comando de Delphine , uma ex-atleta vitoriosa, Bertrand e os novos companheiros decidem participar do Campeonato Mundial de Nado Sincronizado, encontrando, enfim, um novo propósito.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,

mar 21

Este drama americano é sobre um adolescente dependente químico e o reflexo em sua família, emociona, tem boa atuação do protagonista, ótima atuação da coadjuvante/protagonista (mãe) e um bom roteiro. A direção é de Peter Hedges (A Estranha Vida de Timothy Green), com Lucas Hedges, Julia Roberts, Courtney B. Vance, Kathryn Newton, Rachel Bay Jones e David Zaldivar.

A trama começa quando o filho problemático, Ben, retorna para casa depois de uma temporada numa clínica de reabilitação. É a época do Natal, sua mãe e seus dois meio-irmãos mais novos o recebem de braços abertos, coisa que não acontece com sua irmã e seu padrasto.  Mas logo a família descobrirá que Ben não está pronto para uma convivência tranquila em sociedade.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

mar 21

Este suspense/terror americano acompanha uma família numa casa de praia e os horrores que passa lá, dá bons sustos, tem boas atuações, principalmente da protagonista, e um bom roteiro, mas com algumas falhas. A direção é de Jordan Peele (Corra!), com Lupita Nyong’o, Winston Duke, Elisabeth Moss, Tim Heidecker, Shahadi Wright Joseph e Evan Alex.

Adelaide retorna à casa de verão de sua infância com seu marido Gabe e seus dois filhos. Assombrada por um trauma inexplicável e não resolvido de seu passado, ela vê sua paranoia se elevar quando sente que algo ruim vai acontecer com sua família. E, quando caia escuridão, os Wilsons descobrem a silhueta de quatro figuras iguais a eles.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

mar 21

Este drama romântico americano é sobre uma adolescente que não pode levar uma vida normal como as outras por causa de uma doença, emociona, tem boas atuações dos protagonistas e um roteiro interessante. A direção é de Justin Baldoni (estreante), com Haley Lu Richardson, Cole Sprouse, Claire Forlani, Moises Arias e Parminder Nagra.

Stella tem quase dezessete anos e, depois de viver a maior parte de sua vida no hospital, encontra o charmoso Will Newman, também um paciente com fibrose cística. Embora surja uma paixão instantânea entre os dois, suas condições de saúde impedem que eles cheguem muito perto um do outro, e Stella tenta ajudar Will, que se rebela contra seus tratamentos médicos.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , ,

mar 21

Esta comédia nacional é sobre um comediante que, não sendo levado a sério, muda seu estilo na carreira de ator, é divertida, tem bom elenco, boa atuação do protagonista e um roteiro regular. A direção é de Toniko Melo (Vips), com Leandro Hassum, Monique Alfradique, Otávio Müller, Natália Lage, Rafael Portugal e Felipe Rocha.

Nilo Perequê é a estrela do programa de TV ‘Chorar de Rir’. Mas após ganhar o prêmio de melhor comediante, ele decide mudar radicalmente sua carreira para dedicar-se ao drama, deixando sua família e seu empresário desesperados.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , ,

mar 20

Autor: Mealer, Bryan 
Autor: Kamkwamba, William 
Editora: Objetiva
Páginas: 288
1a Edição: 2011
Assunto: Biografias

Sinopse:
Nascido no Malauí, um dos países mais pobres da África, William Kamkwamba sempre acreditou num futuro diferente aos de seus familiares. Em 2001, quando tinha 13 anos, a região onde morava foi assolada por uma seca e a plantação de sua família acabou devastada. Sem poder pagar os oito dólares anuais por sua educação, William foi forçado a deixar a escola e a ajudar a família num momento em que milhares de pessoas pelo país morriam de fome. Apesar de todos os obstáculos, o adolescente encontrou numa pequena biblioteca próxima a sua casa o caminho para persistir em seus sonhos. O testemunho do jovem autodidata que, com muita curiosidade e imaginação, conseguiu vencer as adversidades para melhorar a vida de todos a sua volta é o mote do livro O Menino Que Descobriu O Vento. Nele, William conta como descobriu pela leitura dos livros o funcionamento dos moinhos de vento. O menino decidiu apostar num projeto audacioso: construir um aparato para oferece à família eletricidade e água encanada, luxos aos quais apenas 2% da população de Malauí tem acesso. Ao utilizar materiais improvisados, recolhidos em ferros-velhos, William conseguiu construir dois moinhos que mudariam sua vida por completo.(…)

Fonte: Livraria Cultura
Importante: A adaptação para o cinema (na verdade para o canal de streaming Netflix) foi lançada em 2019 e dirigida por Chiwetel Ejiofor, com Maxwell Simba no papel principal.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , ,

mar 20

O astro de Game of Thrones, Kit Harington, está na capa e no recheio da revista americana Variety, última edição. O ator, de 32 anos, fala sobre o que esperar da temporada final da famosa série: “[HBO] saiu de cena, acho que é o termo. Eles poderiam facilmente ter definido o mesmo orçamento que tinham para a 7a temporada, mas foram maiores.” Sobre sua ascensão meteórica à mega-fama, insegurança e busca de terapia: “Não foi um momento muito bom na minha vida. Senti que tinha de sentir que era a pessoa mais feliz do mundo, quando, na verdade, me sentia muito vulnerável. Tive um tempo instável na minha vida por lá – como acho que muitas pessoas passam em seus 20 anos. Essa foi a época em que comecei a terapia e comecei a conversar com as pessoas. Me senti muito inseguro e não falava com ninguém. Tive que me sentir muito grato pelo que tenho, mas me senti incrivelmente preocupado com o fato de poder ou não fingir… É como quando você está em uma festa, e a festa está ficando melhor e melhor. Então, você chega a este ponto da festa onde você está e é atingido. Não sei o que eu poderia encontrar mais disso. Você percebe, bem, não há mais. É isso. E o ‘mais’ que você pode encontrar está realmente no trabalho, em vez do prazer que o rodeia.” E sobre a árdua filmagem de nove meses da última temporada e dos relacionamentos tensos do elenco: “[A filmagem foi] em climas extremos e apenas em trajes pesados. Estive lá o tempo todo esse ano. Me senti um pouco como se as pessoas estivessem entrando e saindo, e Jon Snow estava lá o tempo todo. Você tem essas piadas internas e essas relações que prosperam por oito anos. Isso é muito tempo para essas piadas, e elas nunca se sentiram velhas ou cansadas. Na última temporada, fiquei meio cansado agora. E acho que eles se cansaram porque pudemos ver o final chegando. Essa é uma maneira de se distanciar emocionalmente de algo: relacionamentos começando a se desgastar, apenas nas bordas, apenas desgastados. Agora todos se amam novamente.” A oitava e última temporada de Game of Thrones estreará em 14 de abril na HBO e estou louca para assistir.

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , ,