fev 14

Este roteirista e diretor canadense, de 49 anos, nasceu em Trois-Riviéres, Quebec. Entre 1990 e 1991 ganhou o concurso de curtas-metragens de cinema juvenil da Rádio Canadá, o La Course Europe-Asie. Estreou na carreira com o curta-metragem documentário “REW FFWD”, em 1994. No cinema, começou com o longa-metragem “32 de Agosto na Terra”, em 1998, que ganhou a mostra Un Certain Regard, no Festival de Cannes 1998. Ganhou o FIPRESCI, no Festival de Berlim 2000, por “Redemoinho”. Foi indicado ao Oscar 2011, na categoria melhor filme estrangeiro, por “Incêndios” (2010). Ganhou o Festival Internacional de Toronto 2011, como melhor filme canadense, por “Incêndios”. Ganhou o Festival Internacional de Vancouver 2011, como melhor filme canadense melhor diretor canadense, por “Incêndios”. Foi indicado ao Bafta 2012, como melhor filme estrangeiro, por “Incêndios”. Foi indicado ao Festival de Cannes 2015, à Palma de Ouro, por “Sicário” (2015). Recebeu uma indicação no Festival de Veneza 2016, ao Leão de Ouro, por “A Chegada” (2016). Foi indicado ao Bafta 2017 e ao Oscar 2017, na categoria melhor diretor, “A Chegada”.

FILMOGRAFIA
1998- 32 de Agosto na Terra
2000- Redemoinho
2009- Polytechnique
2010- Incêndios
2013- Os Suspeitos
2013- O Homem Duplicado
2015- Sicário: Terra de Ninguém
2016- A Chegada
2017- Blade Runner 2049

Escrito por marcia
Tags: ,

fev 13

Este roteirista e cineasta americano, de 38 anos, nasceu em Miami, Flórida. Frequentou a Miami Northwestern Senior High School e depois a Florida State University, em Tallahassee. Estreou na carreira, como roteirista e diretor, com o curta-metragem “My Josephine”, em 2003. Estreou no cinema com o filme “Medicine for Melancholy”, em 2008. Foi indicado ao Independent Spirit Awards 2009, como primeiro filme, por “Medicine for Melancholy”. Ganhou o Los Angeles Film Critics Association Award 2016, National Board of Review Association Award 2016, National Society of Film Critics Award 2016 e New York Film Critics Circle Award 2016, como melhor diretor, por “Moonlight” (2016). Foi indicado ao Globo de Ouro 2017, como melhor diretor melhor roteiro, por “Moonlight”. Foi indicado ao Bafta 2017, como melhor roteiro original, por “Moonlight”. Foi indicado ao WGA Award 2017, como melhor roteiro original, por “Moonlight”. Ganhou três indicações ao Independent Spirit Awards 2017, como melhor diretor, melhor roteiro, por “Moonlight” e ao Robert Altman Award. Ganhou o Oscar 2017, nas categorias melhor filme melhor roteiro adaptado, por “Moonlight”.

FILMOGRAFIA
2008- Medicine for Melancholy
2016- Moonlight
????- A Contract with God

Escrito por marcia
Tags: ,

fev 05

Este roteirista e cineasta americano, de 54 anos, nasceu em Bronx, Nova York. É filho de uma psiquiatra e um médico. Começou a escrever roteiros no tempo de escola, em Walden School, em Manhattan, NY, hoje extinta e era uma ótima escola de teatro. Sua primeira peça foi “The Renning Children”. Depois matriculou-se na Wesleyan University em dramaturgia e direção, mas graduou-se na NYU (New York University), no programa de dramaturgia. Estreou como redator em discursos para a Agência de Proteção Animal e comerciais do Vigilantes do Peso. Estreou como roteirista na série de TV “Doug”, em 1993. Estreou como diretor de cinema no filme “Conte Comigo”, em 2000. Ganhou o Sundance Film Festival 2000, o Prêmio do Júri – Drama, por “Conte Comigo”. Ganhou o WGA Awards 2001, como melhor roteiro original, por “Conte Comigo”. Foi indicado ao Globo de Ouro 2001, como melhor roteiro, por “Conte Comigo”. Ganhou o Independent Spirit Awards 2001, como melhor roteiro, por “Conte Comigo”. Foi indicado ao Oscar 2001, na categoria melhor roteiro original, por “Conte Comigo”. Foi indicado ao WGA Awards 2003, Bafta 2003 e ao Oscar 2003, na categoria melhor roteiro original, por “Gangues de Nova York” (2002). Foi indicado ao London Film Critics Circle 2011, como melhor roteirista do ano, por “Margaret” (2011). Ganhou o NYFCCA 2016, como melhor roteiro, por “Manchester à Beira-Mar” (2016). Ganhou o National Board of Review Award, como melhor roteiro original, por “Manchester à Beira-Mar”. Recebeu duas indicações ao Globo de Ouro 2017, como melhor roteiro melhor diretor, por “Manchester à Beira-Mar”. Foi indicado ao DGA Awards 2017, como melhor diretor em longa-metragem, por “Manchester à Beira-Mar”.  Foi indicado ao WGA Awards 2017, como melhor roteiro original, por “Manchester à Beira-Mar”. Ganhou o Bafta 2017, na categoria melhor roteiro original, por “Manchester à Beira-Mar”. Foi indicado ao Independent Spirit Awards 2017, como melhor roteiro, por “Manchester à “Beira-Mar”. Foi indicado ao Oscar 2017, nas categorias melhor roteiro original melhor diretor, por “Manchester à Beira-Mar”. Ganhou na categoria melhor roteiro original.

FILMOGRAFIA
2000- Conte Comigo
2011- Margaret
2016- Manchester à Beira-Mar

Escrito por marcia
Tags: ,

fev 05

Este diretor australiano começou a carreira como diretor de documentário em 2000, com o filme “P.I.N.S.”. depois fez o curta-metragem  “Alice”, em 2003. Estreou no cinema com o filme “Lion”, 2016. Foi indicado ao DGA Awards 2010, como diretor de comerciais. Ganhou o prêmio de melhor diretor revelação no DGA Awards 2017, por “Lion”. Foi indicado ao AACTA International Awards 2017, na categoria melhor direção, por “Lion”.

FILMOGRAFIA
2016- Lion: Uma Jornada Para Casa
2017- Mary Magdalene

Escrito por marcia
Tags: ,

fev 05

Este roteirista e diretor americano, de 32 anos, nasceu em Providence, Rhode Island. É filho de um escritor/professor de História e uma professora de Ciência da Computação. Quando estudou na Princeton High School, em Nova Jersey, tentou ser baterista de jazz. Depois estudou cinema em Harvard University e graduou-se em 2007. Estreou como roteirista e diretor no filme “Guy and Madeline on a Park Bench”, em 2009. Ganhou o Sundance Film Festival 2014, o Prêmio Grande Júri e Prêmio do Público, como melhor filme drama, por “Whiplash” (2014). Foi indicado ao Bafta 2015, como melhor diretor melhor roteiro, por “Whiplash”. Foi indicado ao Oscar 2015, na categoria melhor roteiro adaptado, por “Whiplash”. Ganhou o Globo de Ouro 2017, como melhor diretor melhor roteiro, por “La La Land” (2016). Ganhou o DGA Awards 2017, como melhor diretor em longa-metragem, por “La La Land”. Recebeu uma indicação ao WGA Awards 2017, como melhor roteiro original, por “La La Land”. Ganhou o Bafta 2017, como melhor diretor, por “La La Land”.  Ganhou o Oscar 2017, nas categorias melhor diretorpor “La La Land”.

FILMOGRAFIA
2009- Guy and Madeline on a Park Bench
2014- Whiplash: Em Busca da Perfeição
2016- La La Land
????- First Man

Escrito por marcia
Tags: ,

out 23

gavin-oconnorEste roteirista, produtor e diretor de cinema americano, de 52 anos, nasceu em Long Island, Nova York. Estreou como roteirista e produtor com o curta-metragem “The Bet”. Estreou na direção com o curta-metragem “American Standoff” (1994). Estreou no cinema com o longa-metragem “Confortably Numb” (1995). Foi nomeado ao Grande Prêmio do Júri no Sundance Film Festival 1999, na categoria melhor filme, por “Livre Para Amar” (1999). Ganhou o Sundance Film Festival 1999, na categoria melhor diretor, por “Livre Para Amar”. Foi indicado ao Rome Film Festival 2008, ao Golden Award Marc’Aurelio, por “Força Policial” (2008).

FILMOGRAFIA
1995- Confortably Numb
1999- Livre Para Amar
2001- Desafio no Gelo
2008- Força Policial
2011- Guerreiro
2016- Em Busca de Justiça
2016- O Contador

Escrito por marcia
Tags: ,

out 23

thomas-vinterbergEste ator, roteirista, produtor e diretor de cinema dinamarquês, de 47 anos, nasceu em Copenhague. Graduou-se na Escola Nacional de Cinema da Dinamarca, em 1993, com o curta-metragem “Last Round” (Sidste Omgang), que ganhou o prêmio do júri e de produtores no Festival Internacional de Cinema de Munique e foi premiado também em Tel Aviv, em Israel. No mesmo ano, estreou na TV de seu país com o filme “Slaget pa Tasken”. Em 1996, estreou no cinema com o longa-metragem “The Biggest Heroes” (De Storste Helte), um filme de estrada muito elogiado em seu país. Ganhou o Los Angeles Film Critics Association Awards 1998 e o Independent Spirit Awards 1999, na categoria melhor filme estrangeiro, com “Festa de Família” (1998). Ganhou o European Film Awards 1998, na categoria descoberta europeia do ano, por “Festa de Família”. Ganhou o European Film Awards 2008 – juntamente com Lars von Trier, Soren Kragh-Jacobsen e Kristian Levring -, na categoria destaque europeu no mundo do cinema. Ganhou o European Film Awards 2012, na categoria roteirista europeu – compartilhado com Tobias Lindholm -, por “A Caça”(2012). Ganhou o Prêmio Ecumênico, no Festival de Cannes 2012, por “A Caça” e foi indicado à Palma de Ouro pelo mesmo filme. Foi nomeado ao Prêmio Bafta 2000 e 2003, na categoria melhor filme estrangeiro, por “Festa de Família” e “A Caça”, respectivamente. Teve duas indicações ao Urso de Ouro, no Festival de Berlim 2010 e 2016, por “Submarino” (2010) e “A Comunidade”(2016), respectivamente.

FILMOGRAFIA
1996- The Biggest Heroes
1998- Festa de Família
2000- The Third Lie
2003- Dogma do Amor
2004- Querida Wendy
2007- Quando Um Homem Volta Para Casa
2010- Submarino
2012- A Caça
2015- Longe Deste Insensato Mundo
2016- A Comunidade
2017- Kursk

Escrito por marcia
Tags: ,

out 23

alexandre-ajaEste roteirista, produtor e diretor de cinema francês, de 39 anos, nasceu em Paris. Seu nome verdadeiro é Alexandre Jouan-Arcady e o sobrenome adotado é a junção das primeiras letras de seu nome completo. É filho de um diretor e de uma crítica de cinema. Começou a trabalhar muito jovem nos filmes de seu pai. Estreou na direção aos dezoito anos com o curta “Over The Rainbow”, que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, como melhor  curta-metragem, em 1997. Estreou em longa-metragem com o filme “Fúria”, em 1999.

FILMOGRAFIA
1999- Fúria
2003- Alta Tensão
2006- Viagem Maldita
2008- Espelhos do Medo
2010- Piranha
2013- Amaldiçoado
2016- A Nona Vida de Louis Drax

Escrito por marcia
Tags: ,

jul 24

David AyerEste produtor, roteirista e diretor americano, de 48 anos, nasceu em Champaign, Illinois. A seguir a família foi morar em Bloomington, Minnesota e depois em Bethesda, Maryland – onde foi expulso da casa dos pais na adolescência e se mudou para Los Angeles para morar com um primo. As experiências no bairro South Central, em LA, serviria de inspiração nos seus futuros filmes. Insatisfeito com o ensino médio e sem aspiração para entrar numa universidade, alistou na Marinha dos Estados Unidos como um submarinista num submarino nuclear de ataque. Aos 30 anos, começou a fazer workshops de roteiros. Estreou como roteirista no filme “U-571 – A Batalha do Atlântico” (2000), com mais três roteiristas. Estreou como diretor em “Tempos de Violência” (2005).

FILMOGRAFIA – Diretor
2005- Tempos de Violência
2008- Os Reis da Rua
2014- Corações de Ferro
2016- Esquadrão Suicida

Escrito por marcia
Tags: ,

jun 12

Abbas KiarostamiEste produtor, roteirista e diretor iraniano, de 75 anos, nasceu em Teerã. Venceu um concurso de pintura aos 18 anos, um pouco antes de ingressar na Universidade de Teerã para cursar a Escola de Belas Artes e graduou-se em pintura e desenho gráfico. Trabalhou em publicidade na década de 1960 e no final desta década, passou a trabalhar nos créditos de filmes e ilustrar filmes infantis. Em 1969, ajudou a criar o Instituto para o Desenvolvimento Intelectual de Crianças e Jovens Adultos, em Teerã. Em 1970, lançou seu primeiro curta-metragem, “Nan va Koutcheh”. Em 1974, estreou no cinema com o filme “O Viajante”. Foi indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes 1994, 2002, 2010 e 2012, na categoria melhor filme, por “Através das Oliveiras”, “Dez”, “Cópia Fiel” e “Um Alguém Apaixonado”, respectivamente. Ganhou o Prêmio da Juventude, no Festival de Cannes 2010, por “Cópia Fiel”. Ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes 2012, na categoria melhor filme, por “Um Alguém Apaixonado”. Foi indicado ao Leão de Ouro no Festival de Veneza 1999, na categoria melhor filme, por “O Vento nos Levará”. Ganhou os prêmios OCIC, “CinemAvvenire”, FIPRESCI – concedido pelos jornalistas estrangeiros – e o Grande Prêmio Especial do Júri, no  Festival de Veneza 1999, por “O Vento nos Levará”.

FILMOGRAFIA – Longas-Metragens
1974- O Viajante
1987- Onde Fica a Casa do Meu Amigo?
1990- Close-up
1991- Vida e Nada Mais (E a Vida Continua)
1994- Através das Oliveiras
1997- Gosto de Cereja
1999- O Vento nos Levará
2002- Dez
2005- Tickets ( com mais dois diretores)
2007- Cada Um com Seu Cinema (e mais 29 diretores)
2010- Cópia Fiel
2012- Um Alguém Apaixonado

Escrito por marcia
Tags: ,