jan 02

Depois das festas relaxe com estes filmes que tem como cenário a capital francesa. Divirta-se!

 

Ação/aventura
Um Americano em Paris (An American in Paris), EUA, 1951. Dirigido por Vincente Minnelli, com Gene Kelly e Leslie Caron. A trama é sobre um soldado americano que, no fim da segunda Guerra Mundial, resolve ficar em Paris para seguir sua vocação de pintor. As suas aventuras com dois amigos um pianista e outro cantor popular – e a sua paixão por uma jovem bailarina.

 

Comédia
A Discreta Intimidade de Uma Mulher (La Discrète), França, 1990. Dirigido por Christian Vincent, com Marie Bunel, Maurice Garrel e Fabrice Luchini. Um livreiro erudito incita seu jovem amigo Antoine a escrever uma história sob forma de diário. Seduzido pela ideia de ter um livro publicado, Antoine aceita a sugestão do amigo: ele deve conhecer uma mulher e conquistá-la, a fim de obter o material que será a essência de seu livro.

 

Comédia Dramática
Hotel do Norte (Hôtel du Nord), França, 1938. Dirigido por Marcel Carné, com Louis Jouvet e Arletty. Um pequeno hotel no Canal Saint-Martin é um lar de uma clientela heterogênea. Pedro e Renee, um par de amantes, decidiu acabar com a vida. O que vai ser mais difícil do que o esperado. Outro casal, Edmond, homem misterioso, e Raymonde, uma prostituta, vai misturar-se com a história de amor desesperado.

 

Comédia Romântica
Um Mundo Sem Piedade (Un Monde Sans Pitié), França, 1989. Dirigido por Eric Rochant, com Hippolyte Girardot e Mireille Perrier. A trama é sobre um mundo literalmente sem piedade, de homens jovens, mulheres jovens, que vivem o alvorecer da década de 90. Um mundo onde parece restar apenas o amor como aventura única.

 

 

Drama
Amantes Constantes (Les Amants Réguliers), França, 2005. Dirigido por Phillippe Garrell, com Louis Garrel e Clotilde Hesme. Em 1969, um grupo de jovens dedica-se ao ópio após ter vivido acontecimentos de 1968. Um romance intenso nasce dentro deste grupo entre dois jovens de 20 anos, que se conheceram durante a revolta.

 

 

Drama/Romance
César & Rosalie (César et Rosalie), França, 1972. Dirigido por Claude Sautet, com Yves Montand e Romy Schneider. Após o divórcio, Rosalie vive com César, um rico e temperamental vendedor de sucatas. Tudo corre bem até que, inesperadamente, chega David, ex-amante dela, e responsável pelo rompimento do seu casamento anterior. César percebe que Rosalie ainda se sente atraída por David e, enlouquecido por ciúme, acaba por afastá-la.

 

Musical
Canções de Amor (Les Chansons d’Amour), França, 2007. Dirigido por Christophe Honoré, com Louis Garrel e Ludivine Sagnier. O jovem jornalista Ismaël namora Julie, que convida sua amiga Alice para morar com o casal. Os três passam a andar juntos pela cidade de Paris, festejar e dividir momentos de intimidade na cama. Apesar de todo entusiasmo, o relacionamento à três vai gerar algumas crises de ciúmes.

 

Policial/Suspense
Ascensor Para o Cadafalso (Ascenseur pour l’échafaud), França, 1957. Dirigido por Louis Malle, com Jeanne Moreau e Maurice Ronet. Florence Carala e seu amante Julien Tavernier sonham em ficar juntos e, para isso, armam um plano para matar o marido dela. Julien assassina o homem, forjando um suicídio, e leva suas coisas para o carro. Logo ele percebe que esqueceu o roupão fora da janela e decide voltar para buscá-lo. Preso no elevador, ele lembra de vários indícios que podem incriminá-lo…

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,


Deixe um comentário