nov 27

Esta cinebiografia tem boas atuações, um roteiro interessante, mas sem aprofundar ou fragmentar as questões essenciais por causa do limite do tempo, duas horas de duração. A direção é de Vicente Amorim (Corações Sujos), com Regina Braga, Glória Pires, Bianca Comparato, Ícaro Vila Nova, Gracindo Júnior, Malu Valle, Irene Ravache, Zezé Polessa, Lisandro Oliveira e Amaurih Oliveira.

A trama é sobre a história da mulher que, indicada ao Nobel, chamada em vida de “Anjo Bom da Bahia” e beatificada pela Igreja, nunca se importou com títulos. É a história de uma mulher cujo único objetivo era confortar os necessitados, cuidar dos doentes, amparar os miseráveis – a qualquer custo, com a ajuda de quem fosse. Capaz de atravessar Salvador  de madrugada para dar colo a um menino de rua ou de pedir verba a um político em pleno palanque. Irmã Dulce enfrentou inimigos externos: o preconceito, o machismo, os dogmas; e internos: uma doença respiratória incurável.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , ,


Deixe um comentário