jul 05

b

Este drama/policial francês, baseado no livro homônimo do escritor francês Pierre Lamaitre, sobre uma amizade entre dois soldados nascida na Primeira Guerra Mundial, tem boa atuação do protagonista que atua como Édouard, já o outro protagonista tem atuação mediana, boa fotografia e um roteiro que peca pelos excessos. A direção é de Albert Dupontel (Uma Juíza Sem Juízo), com Nahuel Pérez Biscayart, Albert Dupontel, Laurent Lafitte, Niels Arestrup, Émilie Dequenne e Mélanie Thierry.

Em novembro de 1918, alguns dias antes do Armistício de Compiègne, Édouard Péricourt salva a vida de Albert Maillard. Ambos não têm nada em comum, a não ser a guerra, e são obrigados a se unir para sobreviver. Anos depois, Albert e Édouard planejam uma farsa para desmascarar o tenente Preadelle, que tenta fazer fortuna com corpos das vítimas da guerra.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

mar 03

A cerimônia de premiação do César, que é considerado o Oscar francês, foi realizada na Salle Pleyel, na noite de sexta-feira (2/3), em Paris, França. Confira os ganhadores:

MELHOR FILME
120 Batimentos Por Minuto, de Robin Campillo 
MELHOR PRIMEIRO FILME
O Pequeno Fazendeiro, de Hubert Charuel
MELHOR DIRETOR
Albert Dupontel, por “Au Revoir là-haut”
MELHOR ATRIZ
Jeanne Balibar, por “Barbara”
MELHOR ATOR
Swann Arlaud, por “O Pequeno Fazendeiro”
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Sara Giraudeau, por “O Pequeno Fazendeiro”
MELHOR ATOR COADJUVANTE
Antoine Reinartz, por “120 Batimentos Por Minuto”
MELHOR ATRIZ REVELAÇÃO
Camélia Jordana, por “Le Brio”
MELHOR ATOR REVELAÇÃO
Nahuel Pérez Biscayart, por “120 Batimentos Por Minuto”
MELHOR FILME ESTRANGEIRO
Loveless, de Andrey Zvyagintsev (Rússia)
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
120 Batimentos Por Minuto, de Robin Campillo
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Au Revoir là-haut, de Albert Dupontel e Pierre Lemaitre
MELHOR DOCUMENTÁRIO
Eu Não Sou Seu Negro, de Raoul Peck
MELHOR CURTA-METRAGEM
Les Bigorneaux 
MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
Le Grand Méchant Renard et Autres Contes…, de Benjamin Renner e Patrick Imbert
MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
120 Batimentos Por Minuto, de Arnaud Rebotini
MELHOR FIGURINO
Mimi Lempicka, por “Au revoir là-haut”
MELHOR FOTOGRAFIA
Vincent Mathias, por “Au Revoir là-haut”
MELHOR SOM
Nicolas Moreau, Stéphane Thiébaut e Olivier Mauvezin, por “Barbara”
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Pierre Queffelean, por “Au revoir là-haut”
MELHOR MONTAGEM
Robin Campillo, por “120 Batimentos Por Minuto”
MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
Grandpa Walrus 
CÉSAR DE AUDIÊNCIA
Uma Agente Muito Louca 
CÉSAR HONORÁRIO
Penélope Cruz 

Fonte: site oficial

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

set 01

Traile original do drama/comédia “Le Bruit des Glaçons”, de Bertrand Blier, com Jean Dujardin, Albert Dupontel, Myriam Boyer e Anne Alvaro. É a história de um homem fracassado que foi deixado por sua mulher e seu filho por causa da bebida. Aí, ele recebe a visita de seu câncer, um intruso invisível. Este filme está no 67º Festival de Veneza.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , ,

abr 03

Este drama é belo, sensível e tem uma trilha sonora maravilhosa. A direção é de Cédric Klapisch (As Bonecas Russas), com Juliette Binoche, Albert Dupontel, Karin Viard, Romain Duris e Gilles Lellouche.

A história de uma rapaz parisiense que pensa que vai morrer. A partir disto, ele começa a olhar para todos à sua volta de uma maneira nova e diferente, imaginando que sua morte repentina daria um novo significado à existência das outras pessoas e à vida de toda a cidade.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , ,