dez 04

No filme “Amor e Trevas”, sobre um menino, Amos (vivido por Amir Tessler), que cresce durante a guerra em Jerusalém, a sopa russa de beterraba (borscht) é servida por sua mãe, Fania Oz (vivida por Natalie Portman), que é ucraniana, durante a comemoração do lançamento do primeiro livro de seu pai, Arieh (vivido por Gilad Kahana), “Contos Hebraicos”, na companhia dos avós paternos. Confira a receita da borscht:

INGREDIENTES
.8 beterrabas
.2 colheres (sopa) de azeite
.2 cebolas médias
.2 cenouras
.2 colheres (chá) de açúcar
.5 xícaras (chá) de caldo de carne (caldo natural)
.2 colheres (sopa) de suco de limão
.sal e pimenta-do-reino a gosto
.1 ramo pequeno de endro
.1 colher (sopa) de creme de leite fresco

MODE PREPARO
Pré-aqueça o forno a 180 graus C (temperatura média). Embrulhe as beterrabas em papel-alumínio, coloque-as numa assadeira e leve ao forno para assar por 1 hora ou até que elas fiquem macias. Para verificar o ponto, espete-as com um garfo. Elas deverão ser facilmente perfuradas. Em seguida, retire-as do forno e deixe esfriar. Rale as cenouras, as cebolas e as beterrabas separadamente.
Numa panela grande, aqueça o azeite, refogue as cebolas e as cenouras em fogo baixo, mexendo sempre, por cerca de 10 minutos. Acrescente a beterraba, o açúcar, o caldo de carne e aumente o fogo até levantar fervura. Em seguida, reduza o fogo e deixe cozinhar por 20 minutos ou até que tudo esteja bem macio. Desligue o fogo e deixe esfriar. Transfira o cozido para o liquidificador e bata com o suco de limão. Tempere a sopa sal e pimenta-do-reino. Para servir fria, leve à geladeira por no mínimo 1 hora. Para servir quente, leve a sopa ao fogo e deixe ferver. Decore com ramos de endro e uma colher de creme de leite fresco.

Fonte: GNT (receita), finecooking.com (foto) e Google

Escrito por marcia
Tags: , , , ,

maio 11

De Amor e Trevas - livroAutor: Oz, Amos 
Tradutor: Lando, Milton
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 624
1a Edição: 2005
Assunto: Biografias

Sinopse: 
Entre a autobiografia e o romance, ‘De Amor e Trevas’ é a extraordinária recriação dos caminhos percorridos por Israel no século XX – da diáspora à fundação de uma nação e de uma língua – o hebraico moderno. É também uma reflexão sobre a história do sionismo e a criação de Israel como necessidade histórica de um povo confrontado com a ameaça de extinção. Ganhador do Prêmio France Culture de 2004 e do Prêmio Goethe do mesmo ano, ‘De Amor e Trevas’ extrai sua grandeza da simplicidade de um gesto narrativo, que faz do olhar de um menino o fio condutor de uma história vigorosa e bela – a constituição da identidade de dois sujeitos, um garoto e uma nação. Essa confluência é sintetizada em cenas que marcaram a memória do escritor, como a da multidão que ouve pelo rádio, numa praça de Jerusalém, a votação da ONU que determinou a criação do Estado de Israel – cenas que se imprimem na mente do leitor com uma notável força narrativa.

Fonte: Livraria Cultura
Importante: A adaptação para o cinema foi lançada em 2016 e dirigida por Natalie Portman, com Amir Tessler e Natalie Portman nos papéis principais.

Escrito por marcia
Tags: , , , , ,

maio 07

De Amor e TrevasEsta biografia/drama emocionante, que é uma adaptação do livro do escritor israelense Amos Oz, tem referências históricas e literárias, boa atuação da protagonista, bela fotografia e um roteiro mediano. A direção é Natalie Portman (estreante), com Natalie Portman, Makram Khoury, Shira Haas, Amir Tessler, Gilah Kahana, Aliza Ben-Moha e Mor Cohen.

Durante a guerra em Jerusalém, um garoto cresce em um apartamento lotado de livros dos mais diferentes idiomas. Aos doze anos de idade sua mãe comete suicídio, mudando para sempre a vida da família. Após a tragédia, ele entra para um kibbutz, muda seu nome e começa a trabalhar como escritor, participando ativamente da vida política do país.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,