nov 10

Esse drama francês é sobre um jovem viciado internado em uma rígida instituição religiosa, emociona, tem boa atuação do protagonista – que ganhou o Prêmio de Melhor Ator, o Urso de Prata, no Festival de Berlim 2018 -, e um roteiro interessante, mas com alguns problemas no desenvolvimento. A direção é de Cédric Khan (Vida Selvagem), com Anthony Bajon, Damien Chapelle, Alex Brendemühl e Louise Grinberg.

Thomas é viciado em drogas. Para dar um fim à esse hábito, ele decide participar de uma comunidade de ex-usuários que vivem isolados nas montanhas e usam a oração como uma forma de se curarem. Inicialmente relutante, Thomas aos poucos aceita se submeter a uma vida espartana de disciplina, abstinência, trabalho árduo e orações frequentes. Ele descobre a fé, mas também o amor, e um novo tipo de tormento.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , ,

fev 24

 A cerimônia de premiação do Festival Internacional de Cinema de Berlim foi realizada no Berlinale Palast, neste domingo, em Berlim, Alemanha. Confira os ganhadores:

URSO DE OURO
Touch Me Not, de Adine Pintille (Romênia)
URSO DE PRATA – PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
Twarz, de Malgorzata Szumovska (Polônia)
URSO DE PRATA – PRÊMIO ALFRED BAUER (Que premia filmes que abrem novas perspectivas)
As Herdeiras, de Marcelo Martinessi (Chile)
URSO DE PRATA – MELHOR DIRETOR
Wes Anderson, por “Ilha de Cachorros” (EUA)
URSO DE PRATA – MELHOR ATOR
Anthony Bajon, por “La Prière” (França)
URSO DE PRATA – MELHOR ATRIZ
Ana Brum, por “As Herdeiras” (Paraguai)
URSO DE PRATA – MELHOR ROTEIRO
Manuel Alcalá Alonso Ruizpalacios, por “Museo” (México)
URSO DE PRATA – DIREÇÃO DE ARTE
Elena Okopnaya, por “Dovlatov” (Rússia)
URSO DE PRATA – MELHOR DOCUMENTÁRIO
Waldheims Walzer, de Ruth Beckermann (Áustria)
URSO DE PRATA – MELHOR CURTA-METRAGEM
The Men Behind The Wall, de Ines Moldavsky (Israel)

Fonte: site oficial

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , ,