set 19

A cerimônia de premiação do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, foi realizada na noite de terça-feira (18/9), na Cidade das Artes, Rio de Janeiro. Confira os ganhadores:

MELHOR FILME DE FICÇÃO
Bingo: O Rei das Manhãs, de Daniel Rezende
MELHOR ATRIZ
Maria Ribeiro, por “Como Nossos Pais”
MELHOR ATOR
Vladimir Brichta, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
ATRIZ COADJUVANTE
Sandra Corveloni, por “A Glória e a Graça”
ATOR COADJUVANTE
Augusto Madeira, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
DIRETOR
Laíz Bodanzky, por “Como Nossos Pais”
MELHOR DOCUMENTÁRIO
Divinas Divas, de Leandra Leal
MAQUIAGEM
Anna Van Steen, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
EFEITO VISUAL
Ricardo Bardal, por “Malasartes e o Duelo com a Morte”
FILME ESTRANGEIRO
Uma Mulher Fantástica, de Sebastián Lelio (Chile)
FILME INFANTIL
D.P.A. – O Filme, de André Pellenz
MELHOR MONTAGEM – DOCUMENTÁRIO
Natara Ney, por “Divinas Divas”
MELHOR MONTAGEM – FICÇÃO
Márcio Hashimoto, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
Gustavo Habda, por “A Glória e a Graça”
ROTEIRO ORIGINAL
Mikael de Albuquerque Lusa Silvestre, por “A Glória e a Graça”
ROTEIRO ADAPTADO
Mikael de Albuquerque, por “Real – O Plano Por Trás da História”, adaptado do livro “3000 Dias no Bunker – Um Plano na Cabeça e Um País na Mão”
FIGURINO
Verônica Julian, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
TRILHA SONORA
Mauro Lima, Fael Mondego Fábio Mondego, por “João, o Maestro”
TRILHA SONORA ORIGINAL
Plínio Profeta, por “O Filme da Minha Vida”
MELHOR SOM
George Saldanha, François Wolf e Armando Torres Jr., por “João, o Maestro”
MELHOR ANIMAÇÃO
Historietas Assombradas – O Filme, de Victor-Hugo Borges
MELHOR COMÉDIA
Divórcio, de Pedro Amorim
MELHOR FICÇÃO – VOTO POPULAR
Bingo: O Rei das Manhãs
MELHOR DOCUMENTÁRIO – VOTO POPULAR
Cora Coralina – Todas as Vidas, de Renato Barbieri
HOMENAGEADA PELA CARREIRA
Fernanda Montenegro

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ago 02

Este drama nacional, baseado no livro homônimo do escritor Klester Cavalcanti, é sobre o pistoleiro maranhense que matou 492 pessoas em treze estados do país, tem boa fotografia, boa atuação do protagonista e um roteiro interessante. A direção é de Henrique Goldman (Jean Charles), com Marco Pigossi, Fabíula Nascimento, André Matos, Matheus Nachtergaele, Tony Tornado e Augusto Madeira.

Júlio é um jovem que vive com a família no interior do Brasil. Por lealdade ao tio Cícero Júlio mata pela primeira vez. Descobre então uma perturbadora vocação que irá se transformar em ofício. Homem carinhoso, Júlio se casa com Maria. Religioso é atormentado a cada disparo, mas segue adiante enquanto vive um mergulho num país sem lei, onde cada vida tem seu preço, mas nenhum valor.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

maio 24

Esta comédia dramática é sobre um homem acometido com o Mal de Alzheimer, com sensibilidade, tem boa atuação do protagonista e um bom roteiro. A direção é de Tiago Arakilian (estreante), com José de Abreu, Danton Mello, Guta Stresser, Mariana Lima, Augusto Madeira, Eucir de Souza e Káthia Calile.

Aos 80 anos, Polidoro resolve demolir a estabilidade de sua confortável vida de juiz aposentado e virar sócio de uma boate de strip-tease. Beatriz, sua filha, resolve o interditar judicialmente. Seu filho Paulo se declara incapaz de opinar pois não mantém relações com o pai. O juiz determina o encontro forçado de pai e filho e a reaproximação transformara suas vidas.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,

ago 04

Vidas PartidasEste drama nacional tem como tema a violência doméstica, tem boas atuações dos atores principais, mas o roteiro é mediano. A direção é de Marcos Schechtman (estreante), com Domingos Montagner, Naura Schneider, Milhem Cortaz, Nelson Freitas, Suzana Faini, Jonas Bloch e Augusto Madeira.

Em 29 de maio de 1983, a farmacêutica bioquímica Maria da Penha Maia Fernandes acordou com o barulho de um tiro em seu quarto. Ela havia sido baleada pelas costas enquanto dormia e ficado presa a uma cadeira de rodas. O agressor era Marco Antonio Heredia Viveros, seu marido e pai de suas filhas.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,

abr 17

Esta comédia brasileira é baseada no livro homônimo do humorista/escritor Beto Silva, tem uma boa atuação da protagonista, que carrega o filme, e um roteiro com situações exageradas. A direção é de Roberto Berliner (estreante), com Lilia Cabral, Fiuk, Stepan Nercessian, Carolina Dieckmann, Pedro Nercessian e Augusto Madeira.

Família comum envolve-se em uma grande confusão no Rio de Janeiro, durante o início da implantação das UPPs. Um dia, Edna, mãe dos garotos Julio e Silvio, acorda desesperada e percebe que Julio sumiu.

http://youtu.be/-Xv-OGWRhvY

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,