set 19

A cerimônia de premiação do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, foi realizada na noite de terça-feira (18/9), na Cidade das Artes, Rio de Janeiro. Confira os ganhadores:

MELHOR FILME DE FICÇÃO
Bingo: O Rei das Manhãs, de Daniel Rezende
MELHOR ATRIZ
Maria Ribeiro, por “Como Nossos Pais”
MELHOR ATOR
Vladimir Brichta, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
ATRIZ COADJUVANTE
Sandra Corveloni, por “A Glória e a Graça”
ATOR COADJUVANTE
Augusto Madeira, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
DIRETOR
Laíz Bodanzky, por “Como Nossos Pais”
MELHOR DOCUMENTÁRIO
Divinas Divas, de Leandra Leal
MAQUIAGEM
Anna Van Steen, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
EFEITO VISUAL
Ricardo Bardal, por “Malasartes e o Duelo com a Morte”
FILME ESTRANGEIRO
Uma Mulher Fantástica, de Sebastián Lelio (Chile)
FILME INFANTIL
D.P.A. – O Filme, de André Pellenz
MELHOR MONTAGEM – DOCUMENTÁRIO
Natara Ney, por “Divinas Divas”
MELHOR MONTAGEM – FICÇÃO
Márcio Hashimoto, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
Gustavo Habda, por “A Glória e a Graça”
ROTEIRO ORIGINAL
Mikael de Albuquerque Lusa Silvestre, por “A Glória e a Graça”
ROTEIRO ADAPTADO
Mikael de Albuquerque, por “Real – O Plano Por Trás da História”, adaptado do livro “3000 Dias no Bunker – Um Plano na Cabeça e Um País na Mão”
FIGURINO
Verônica Julian, por “Bingo: O Rei das Manhãs”
TRILHA SONORA
Mauro Lima, Fael Mondego Fábio Mondego, por “João, o Maestro”
TRILHA SONORA ORIGINAL
Plínio Profeta, por “O Filme da Minha Vida”
MELHOR SOM
George Saldanha, François Wolf e Armando Torres Jr., por “João, o Maestro”
MELHOR ANIMAÇÃO
Historietas Assombradas – O Filme, de Victor-Hugo Borges
MELHOR COMÉDIA
Divórcio, de Pedro Amorim
MELHOR FICÇÃO – VOTO POPULAR
Bingo: O Rei das Manhãs
MELHOR DOCUMENTÁRIO – VOTO POPULAR
Cora Coralina – Todas as Vidas, de Renato Barbieri
HOMENAGEADA PELA CARREIRA
Fernanda Montenegro

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

set 21

O drama “Bingo – O Rei das Manhãs”, de Daniel Rezende, para ser o representante do país na lista que concorrerá às cinco vagas na categoria de melhor filme estrangeiro no Oscar 2018. A lista final da Academia Cinematográfica de Artes e Ciências de Hollywood sairá em janeiro. O filme, que estreou nos cinemas em 24 de agosto, concorreu com outros 22 filmes nacionais, entre eles “Como Nossos Pais”, que ganhou o Kikito de Ouro no Festival de Gramado 2017.

Fonte: O Dia

Escrito por marcia
Tags: , ,

set 03

O Ministério da Cultura divulgou ontem, sábado (2/9), 23 filmes que estão habilitados a concorrer à vaga de representante do país na categoria melhor filme estrangeiro, no Oscar 2018. Confira quais são:

.A Família Dionti, de Alan Minas
.A Glória e a Graça, de Fávio Ramos Tambellini
.Bingo – O Rei das Manhãs, de Daniel Rezende
.Café – Um Dedo de Prosa, de Maurício Squarisi
.Cidades Fantasmas, de Tyrell Spencer
.Como Nossos Pais, de Laís Bodanzky
.Corpo Elétrico, de Marcelo Caetano
.Divinas Divas, de Leandra Leal
.Elis, de Hugo Prata
.Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffé
.Fala Comigo, de Felipe Sholl
.Gabriel e a Montanha, de Fellipe Barbosa
.História Antes da História, de Wilson Lazaretti
.Joaquim, de Marcelo Gomes
.João, o Maestro, de Mauro Lima
.La Vingança, de Fernando Fraíha e Jiddu Pinheiro
.Malasartes e o Duelo com a Morte, de Paulo Morelli
.O Filme da Minha Vida, de Selton Mello
.Polícia Federal – A Lei é Para Todos, de Marcelo Antunez
.Por Trás do Céu, de Caio Sóh
.Quem é Primavera das Neves, de Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado
.Real – O Plano Por Trás da História, de Rodrigo Bittencourt
.Vazante, de Fernando Fraiha e Jiddu Pinheiro

Fonte: Folha.com

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ago 24

Este drama biográfico nacional é sobre a vida do palhaço que fez sucesso na década de 1980, tem bom elenco, boa atuação do protagonista e um bom roteiro. A direção é de Daniel Rezende (estreante), com Vladimir Brichta, Leandra Leal, Tainá Müller, Emanuelle Araújo, Ana Lúcia Torres, Soren Hellerup e Fernando Sampaio.

A trama é sobre a vida de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal homônimo do canal SBT, na década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, apesar de jamais ser reconhecido pelas pessoas por sempre estar fantasiado. Esta frustração o levou a se envolver com drogas, chegando a utilizar cocaína e crack nos bastidores do programa.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,