maio 15


.A première do documentário “Papa Francisco: Um Homem de Palavra”, do diretor alemão Win Wenders, nas Sessões Especiais, no domingo (13/4);
.A première do documentário “Jane Fonda in Five Acts”, de Susan Lacy, no sábado (12/5), na seção de Clássicos do festival;
.A première do drama nacional “O Grande Circo Místico”, de Cacá Diegues, nas Sessões Especiais, no sábado (13/5).

Fonte: G1

Escrito por marcia
Tags: , , , , , ,

jul 09

ANTES, DURANTE E DEPOIS DO CINEMA NOVO
Autor: Diegues, Cacá
Editora: Objetiva
Páginas: 696
1a Edição: 2014
Assunto: Biografias – Cinema

Sinopse:
Cacá Diegues se viu paralisado e sem ar. Tinha de 5 para 6 anos e havia entrado pela primeira vez no cinema, em sua Maceió natal. Descobriu ali um mundo em tudo diferente do seu, povoado de gente ‘bonita e elegante’. Esse encontro entre o menino e a tela provocou um encantamento que dura até hoje e que fez surgir um cineasta em permanente mutação, que vive intensamente sua época. Ao longo de sua rica trajetória o diretor de “Chuvas de Verão”, “Bye Bye Brasil” e “Deus é Brasileiro” mostra-se um cineasta que não se deixa aprisionar pela censura, por modismos, ideologias, convenções. A obra do integrante do grupo que criou o Cinema Novo, marco fundador de uma nova maneira de filmar e pensar o Brasil, dialoga com seu tempo – ora explicando-o, ora confrontando-o -, numa busca pela síntese entre reflexão e espetáculo, informação e comunicação, pensamento e beleza. Em suas memórias, escritas ao longo de sete anos, o autor, com honestidade radical e impressionante lucidez, revisita os tempos de militância estudantil, revela os bastidores da produção de seus filmes e relembra algumas das polêmicas em que se envolveu. Da infância em Alagoas, passando pelos altos e baixos dos casamentos com Nara Leão e Renata de Almeida Magalhães, ao triunfo no Festival de Cannes, ‘Vida de Cinema’ narra mais do que a história da vida e obra de um dos principais cineastas brasileiros. É um relato dos últimos cinquenta anos do país pela voz do Cacá, panorama de uma época marcada pela modernização na década de 1950, a efervescência cultural de 1960, os anos de chumbo, a luta contra o autoritarismo e a redemocratização.

Fonte: Livraria Cultura

 

Escrito por marcia
Tags: , ,

maio 19

Na terça-feira (18/5) passou pelo tapete vermelho do 63º Festival de Cannes o elenco e dois dos cinco diretores do longa brasileiro “5 Vezes Favela – Agora Por Nós Mesmos”, produzido por Cacá Diegues. Aparece na imagem a atriz Roberta Rodriguez, os diretores Tereza Gonzalez e Feijão, e os atores Cintia Rosa e Thiago Martins. O filme foi exibido em uma Sessão Especial do festival.

Fonte: globo.com

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

maio 18

Filmes que estão sendo exibidos nesta terça-feira (18/5) no 63º Festival de Cannes:

“Des Hommes et Des Dieux”, de Xavier Beauvois, e “Certified Copy”, de Abbas Kiarostami, estão na competição pela Palma de Ouro; “Los Labios”, de Ivan Fund e Santiago Loza, e “Life, Above All”, de Oliver Schimitz, estão na seleção oficial Un Certain Regard; “Tamara Drewer”, de Stephen Frears, e “A Autobiografia de Nicolae Ceausescu”, de Andrei Ujica, estão fora da competição. Será exibido também o longa-metragem brasileiro, composto de cinco curtas, “5 Vezes Favela – Agora Por Nós Mesmos”, de vários diretores, produção do cineasta Cacá Diegues, numa Sessão Especial em Cannes.

Fonte: site oficial

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

maio 12

Benício Del Toro quando desembarcava no aeroporto de Nice, na França, na segunda-feira (10/5) e deu muitos autógrafos na saída. O ator será um dos jurados, juntamente com o diretor brasileiro Cacá Diegues, no júri presidido pelo cineasta Tim Burton, no Festival de Cannes 2010. Benício já ganhou o prêmio de melhor ator no Festival de Cannes 2008, por “Che”.

Fonte: terra.com

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , ,

maio 10

Foram convidados três filmes brasileiros para participarem da 63ª edição do Festival de Cannes, embora fora da competição oficial. Na Quinzena dos Diretores está “5 x Favela. Agora Por Nós Mesmos”, de Cacá Diegues; e “Alegria”, de Marina Méliande e Felipe Bragança. Na Semana da Crítica tem um curta, “A Distração de Ivan”, codirigido por Gustavo Melo e Cavi Borges.

Fonte: folha online

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,