dez 24

Esta comédia/drama/romance é um road movie, divertida, tem boa atuação do protagonista, mas o roteiro é regular. A direção é de Matt Ross (28 Hotel Rooms), com Viggo Mortensen, George Mackay, Frank Langella, Samantha Isler, Annalise Basso e Nicholas Hamilton.

Pai de seis crianças, Ben decide deixar a cidade e educar os filhos nas florestas selvagens do Pacífico Norte, longe da civilização. As crianças aprendem a praticar esportes e combater inimigos até que Ben e sua família são obrigados a voltar à vida urbana. Agora é ele quem precisa aprender a se acostumar novamente à vida urbana.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

maio 30

Viggo Mortensen na EsquireViggo Mortensen está na capa e no recheio da revista americana Esquire, edição de junho/julho e nas bancas a partir de 31 de maio. O ator, de 57 anos, que é o protagonista de “Captain Fantastic”, diz porquê vive em Madri com sua esposa Ariadna Gil: “Porque me apaixonei e ela morava lá.” Sobre recusar papéis depois da saga “Senhor dos Anéis”: “Quero dizer, quanto [palavrão] dinheiro você precisa?” E sobre sua obsessão com a morte: “Penso sobre a morte o tempo todo. Quer dizer, quando era garotinho, algumas das minhas primeiras memórias era acordar e pensar, decepcionado, ‘vou morrer’. Acho que por ter vivido no campo, aprendi isto mais cedo. Essa ideia da mortalidade, sabe? Depois que percebi que os animais iam morrer, portanto, eu morreria…”

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , , , ,

maio 19

Aquarius - cena do filmeCaptain Fantastic - cena do filmeLa Fille Inconnue - cena do filmeDois dias atrás postei aqui uma matéria similar, agora acrescento mais dois filmes que foram muito bem recepcionados pela crítica no Festival de Cannes, na França: o primeiro, exibido na terça-feira (17/5), “Aquarius”, de Kleber Mendonça filho, que é sobre Clara, uma mulher de 65 anos e crítica de música aposentada, que nasceu em uma família tradicional de Recife e é a última residente do condomínio Aquário; o segundo, também exibido no mesmo dia do brasileiro, “Captain Fantastic”, de Matt Ross, é sobre um pai que – tem seis filhos – mora nas florestas do noroeste do Pacífico e que é forçado a deixar o paraíso natural e voltar à civilização. Já a segunda decepção do festival, foi exibido na quarta-feira (18/5), “La Fille Inconnue”, de Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne, a trama é sobre uma jovem médica que é avisada pela polícia de que um corpo de mulher foi encontrado perto de seu consultório. Deve ter sido um choque para os irmãos belgas Dardenne, porque fazem parte do grupo seleto de queridinhos do festival e jamais foram vaiados. Eles são ganhadores de 2 Palmas de Ouro, por “Rosetta” (1999) e “A Criança” (2005) e com outros 4 indicados: “O Filho” (2002), “O Silêncio de Lorna” (2008), “O Garoto da Bicicleta” (2011) e “Dois Dias, Uma Noite” (2014). Quando indagado se “La Fille Inconnue” seria uma releitura dos ataques terroristas recentes em Paris e Bélgica, Jean-Pierre disse: “Não. Essa história estava na nossa cabeça fazia tempo, rodamos antes dos atentados”. E Luc acrescentou: “O filme é um hino à vida. Como em todos os nossos trabalhos, tentamos captar o fluxo da vida. Nossas imagens defendem a vida, não a morte”.

Fonte: abril.com

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,