fev 01

Esta biografia/drama/policial sobre um sequestro do neto de um bilionário americano mais rico do mundo na época, tem suspense, bom elenco e um roteiro regular – recebeu uma indicação ao Oscar 2018: melhor ator coadjuvante. A direção é de Ridley Scott (Perdido em Marte), com Michelle Williams, Christopher Plummer, Mark Wahlberg, Charlie Plummer, Timothy Hutton e Romain Duris.

A trama é inspirada no sequestro do adolescente John Paul Getty III, neto do magnata americano do petróleo, John Paul Getty, que aconteceu na Itália em 1973. Mostra as tentativas desesperadas de sua mãe para convencer o patriarca da família a pagar a quantia exigida para o resgate. Quando ele recusa, ela tenta influenciá-lo, enquanto os sequestradores de seu filho se tornam cada vez mais inflexíveis e brutais.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

set 10

A cerimônia de premiação da 74a edição do Festival de Veneza foi realizada na Sala Grande, na noite de sábado (9/9), na Itália. Confira os ganhadores:

COMPETIÇÃO OFICIAL
LEÃO DE OURO – Melhor filme
The Shape of Water, de Guillermo del Toro (EUA)
GRANDE PRÊMIO DO JÚRI
Foxtrot, de Samuel Maoz (Israel/Alemanha/França/Suíça)
LEÃO DE PRATA – Melhor Diretor
Xavier Legrand, por “Jusqu’à la Garde” (França)
COLPA VOLPI – Melhor Atriz
Charlotte Rampling (Reino Unido), por “Hannah”
COLPA VOLPI – Melhor Ator
Kamel El Basha (Palestina), por “The Insult”
LEÃO DE PRATA – Melhor Roteiro
Martin Donagh, por “Three Bilboards Outside Ebbing, Missouri” (Reino Unido)
PRÊMIO DO JÚRI
Sweet Country, de Warwick Thornton (Austrália)
TROFÉU MARCELLO MASTROIANNI – Melhor Ator/Atriz Revelação
Charlie Plummer (EUA), por “Lean on Pete”

MOSTRA HORIZONTE
MELHOR FILME
Nico, 1988, de Susanne Nicchiarelli (Itália)
PRÊMIO DO JÚRI – Documentário
Caniba, de Lucien Castaing-Taylor (França)
MELHOR ROTEIRO
Alireza Khatami, por “Los Versos del Olvido” (Irã)
MELHOR ATOR
Navid Mohammadzadeh (Irã), por “No Date, No Sign”
MELHOR ATRIZ
Lyna Khoudri (França), por “Les Bienheureux”
MELHOR DIRETOR
Vahid Jalilvand, por “No Date, No Sign” (Irã)
LEÃO DO FUTURO – Melhor Primeiro Filme
Jusqu’à la Garde, de Xavier Legrand (França)
MELHOR CURTA
Gros Chagrin, de Céline Devaux
MELHOR FILME EM REALIDADE VIRTUAL (VR)
Arden’s Wake, de Eugene YK Chung
GRANDE PRÊMIO DO JÚRI PARA FILME EM REALIDADE VIRTUAL (VR)
La Camera Insabiatta, de Laurie Anderson
MELHOR CRIATIVIDADE COM A TECNOLOGIA
Bloodless, de Gina Kim

Fonte: G1

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

set 09

Este drama/suspense – que é baseado no livro homônimo do escritor holandês Herman Koch – é hermético, incomoda, tem humor negro, bom elenco, boas atuações dos protagonistas, mas um roteiro regular, que se perde na sua evolução. A direção é de Oren Moverman (O Encontro), com Steve Coogan, Richard Gere, Laura Linney, Rebecca Hall, Chloë Sevigny, Michael Chernus, Charlie Plummer, Seamus Davey-Fitzpatrick e Laura Hajek.

Dois casais se encontram em um elegante restaurante em Amsterdã. Enquanto a comida vai e vem, eles começam a conversar, passando por banalidades da vida até assuntos mais complicados. A discussão chega a seu limite quando falam sobre filhos adolescentes, dois rapazes que estão envolvidos em uma complicada investigação policial.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , ,