nov 30

Esta comédia nacional é sobre trambiqueiros, divertida, mas somente um passatempo, atuações medianas e roteiro fraco. A direção é de Halder Gomes (Cine Holliúdy), com Tom Cavalcante, Whindersson Nunes, Tirulipa, Bruno De Luca, Oscar Magrini, Paloma Bernardi e Taumaturgo Ferreira.

Toinho, Ray Van, Pilôra e Romeo estão sendo chantageados e enganados por um terrível e ambicioso trambiqueiro. Assim, eles precisam organizar uma festa de casamento memorável, mas não têm nenhum dinheiro para isso. Caso não consigam, eles terão que enfrentar o maior contrabandista da Rua 25 de março, que também é o pai da moça.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

ago 27

Foi realizado, na noite de terça-feira (26/8), no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Confira os ganhadores:

MELHOR LONGA-METRAGEM – FICÇÃO
Faroeste Caboclo
MELHOR LONGA-METRAGEM – DOCUMENTÁRIO
A Luz do Tom, de Nelson Pereira dos Santos
MELHOR LONGA-METRAGEM – ANIMAÇÀO
Uma História de Amor e Fúria, de Luiz Bolognesi
MELHOR LONGA-METRAGEM – INFANTIL
Meu Pé de Laranja Lima, de Marcos Bernstein
MELHOR LONGA-METRAGEM – COMÉDIA
Cine Holliúdy, de Halder Gomes
MELHOR DIREÇÃO
Bruno Barreto, por “Flores Raras”
MELHOR ATRIZ
Glória Pires, por “Flores Raras”
MELHOR ATOR
Fabrício Boliveira, por “Faroeste Caboclo”
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Bianca Comparato, por “Somos Tão Jovens”
MELHOR ATOR COADJUVANTE
Wagner Moura, por “Serra Pelada”
MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
Gustavo Habda, por “Faroeste Caboclo”
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
José Joaquim Salles, por “Flores Raras”
MELHOR FIGURINO
Marcelo Pies, por “Flores Raras”
MELHOR MAQUIAGEM
Siva Rama Terra, por “Serra Pelada”
MELHOR EFEITO VISUAL
Daniel Greco e Bruno Correia, por “Uma História de Amor”
Robson Sartori, por “Serra Pelada”
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Kleber Mendonça Filho, por “O Som ao Redor”
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Marcos Bernstein e Victor Atherino, por “Faroeste Caboclo” – adaptado da música homônima de Renato Russo, do Legião Urbana
MELHOR MONTAGEM – FICÇÃO
Marcio Hashimoto, por “Faroeste Caboclo”
MELHOR MONTAGEM – DOCUMENTÁRIO
Marília Moraes e Tina Baz, por “Elena”
MELHOR SOM
Leandro Lima, Miriam Biderman, ABC, Ricardo Chuí e Paulo Gama, por “Faroeste Caboclo”
MELHOR TRILHA SONORA
Paulo Jobim, por “A Luz do Tom”
MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
Phillipe Seabra, por “Faroeste Caboclo”
MELHOR CURTA – FICÇÃO
Flerte, de Hsu Chien
MELHOR CURTA – DOCUMENTÁRIO
A Guerra dos Gibis, de Thiago Brandimarte Mendonça e Rafael Terpis
MELHOR CURTA – ANIMAÇÃO
O Menino Que Sabia Voar, de Douglas Alves Ferreira
MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO
Django Livre, de Quentin Tarantino

Fonte: uol.com

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

nov 16

Esta comédia brasileira – que já tinha sido lançada, e feito sucesso, no Norte, Nordeste e Centro-Oeste a partir de agosto – abusa de expressões do linguajar cearense e um humor ingênuo. A direção é de Halder Gomes (As Mães de Chico Xavier), com Edmilson Filho, Miriam Freeland, Joel Gomes, Falcão e Roberto Bomtempo.

A chegada em massa da televisão no interior do Ceará, na década de 1970, colocou em risco as salas de cinema da região. Mas um herói, chamado Francisgleydisson, resolveu lutar contra o domínio da televisivo. Suas armas: criatividade e muito bom-humor.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , ,