abr 15

Milos Forman faleceu aos 86 anos no sábado (14/4), em Danbury, Connecticut, nos Estados Unidos, onde morava desde 1968 e conseguiu a nacionalidade americana em 1977. A causa da morte não foi divulgada. O diretor/roteirista ganhou dois Oscar, em 1976 e 1985, na categoria melhor diretor, por “O Estranho no Ninho” e “Amadeus”, respectivamente. A sua mulher Martina informou a agência de notícias CTK sobre a morte do marido na residência do casal: “Sua partida foi calma e cercada o tempo todo de sua família e seus amigos próximos.” Milos – que nasceu em Caslav, em fevereiro de 1932 – deixa quatro filhos. Certa vez falou sobre seu exílio: “Prefiro um país livre e abarrotado de mau gosto a um país refinado, mas sem liberdade.” E mais: “A censura é o pior dos males. Vivi sob um regime totalitário em que existia a pressão da censura ideológica. Agora vivo em um país em que, se existe alguma pressão, é a comercial. Sem dúvida, prefiro essa última, pelo menos nela milhares de pessoas decidem e não só uma.”

Fonte: El País

Escrito por marcia
Tags: , , , , ,