jan 04

Este drama francês é sobre a Aids na década de 1990 e a pressão popular em cima da indústria farmacêutica, venceu o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes 2017 e mais 19 prêmios internacionais, emociona, é bem dirigido, tem boa atuação do protagonista e um bom roteiro. A direção é de Robin Campillo (Eastern Boys), com Nahuel Pérez Biscayart, Arnaud Valois, Adèle Haenel, Antoine Reinartz, Ariel Borenstein, Félix Maritaud e Aloïse Sauvage.

França, início dos anos 1990. O grupo ativista Act Up está intensificando seus esforços para que a sociedade reconheça a importância da prevenção e do tratamento em relação a Aids, que mata cada vez mais há uma década. Recém-chegado ao grupo, Nathan logo fica impressionado com a dedicação de Sean junto ao grupo.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

set 08

Foi realizada na noite de sábado (7/9) a cerimônia de premiação do Festival de Veneza, no Palazzo del Cinema, em Veneza, Itália. O Leão de Ouro foi para um filme documentário, sobre a principal rodovia que circunda Roma. Confira os ganhadores:

MOSTRA COMPETITIVA OFICIAL

LEÃO DE OURO
Sacro Gra, de Gianfranco Rossi (Itália)
GRANDE PRÊMIO DO JÚRI
Stray Dogs, de Tsai Ming-Liang (China)
LEÃO DE PRATA DE DIREÇÃO
Alexandros Avranas, por “Miss Violence” (Grécia)
COPPA VOLPI DE MELHOR ATOR
Themis Panou, por “Miss Violence” (Grécia)
COPPA VOLPI DE MELHOR ATRIZ
Elena Cotta, por “Via Castellana Bandiera” (Itália)
PRÊMIO MARCELLO MASTROIANNI DE REVELAÇÃO
Tye Sheridan, por “Joe” (EUA)
ROTEIRO
Steve Coogan e Jeff Pope, por “Philomena” (Inglaterra)
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
Die Frau des Polizisten, de Philip Gröning (Alemanha)
PRÊMIO LUIGI DE LAURENTIIS – FILME DE ESTREIA
White Shadow, de Noaz Deche (Itália/Alemanha/Tanzânia)

MOSTRA PARALELA ORIZZONTI

MELHOR FILME
Eastern Boys, de Robin Campillo
MELHOR DIRETOR
Uberto Pasolini, por “Still Life”
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
Ruin, de Michael Cody e Courtin Wilson
GRAND PRIX
Fish and Cat, de Sharam Mokri

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,