fev 08

Este drama libanês, baseados em fatos reais, é sobre dois homens orgulhosos, com boas atuações dos protagonistas e um bom roteiro – concorre ao Oscar 2018, na categoria melhor filme estrangeiro. A direção é de Ziad Doueiri (O Atentado), com Adel Karam, Kamel El Basha, Camille Salameh, Diamand Bou Abboud e Julia Kassar.

Beirute. Toni é um cristão libanês que sempre rega as plantas de sua varanda, e um dia, acidentalmente, acaba molhando Yasser, um refugiado palestino. Assim começa um intenso desacordo que evolui para julgamento com ampla cobertura midiática e toma dimensão nacional.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,

set 10

A cerimônia de premiação da 74a edição do Festival de Veneza foi realizada na Sala Grande, na noite de sábado (9/9), na Itália. Confira os ganhadores:

COMPETIÇÃO OFICIAL
LEÃO DE OURO – Melhor filme
The Shape of Water, de Guillermo del Toro (EUA)
GRANDE PRÊMIO DO JÚRI
Foxtrot, de Samuel Maoz (Israel/Alemanha/França/Suíça)
LEÃO DE PRATA – Melhor Diretor
Xavier Legrand, por “Jusqu’à la Garde” (França)
COLPA VOLPI – Melhor Atriz
Charlotte Rampling (Reino Unido), por “Hannah”
COLPA VOLPI – Melhor Ator
Kamel El Basha (Palestina), por “The Insult”
LEÃO DE PRATA – Melhor Roteiro
Martin Donagh, por “Three Bilboards Outside Ebbing, Missouri” (Reino Unido)
PRÊMIO DO JÚRI
Sweet Country, de Warwick Thornton (Austrália)
TROFÉU MARCELLO MASTROIANNI – Melhor Ator/Atriz Revelação
Charlie Plummer (EUA), por “Lean on Pete”

MOSTRA HORIZONTE
MELHOR FILME
Nico, 1988, de Susanne Nicchiarelli (Itália)
PRÊMIO DO JÚRI – Documentário
Caniba, de Lucien Castaing-Taylor (França)
MELHOR ROTEIRO
Alireza Khatami, por “Los Versos del Olvido” (Irã)
MELHOR ATOR
Navid Mohammadzadeh (Irã), por “No Date, No Sign”
MELHOR ATRIZ
Lyna Khoudri (França), por “Les Bienheureux”
MELHOR DIRETOR
Vahid Jalilvand, por “No Date, No Sign” (Irã)
LEÃO DO FUTURO – Melhor Primeiro Filme
Jusqu’à la Garde, de Xavier Legrand (França)
MELHOR CURTA
Gros Chagrin, de Céline Devaux
MELHOR FILME EM REALIDADE VIRTUAL (VR)
Arden’s Wake, de Eugene YK Chung
GRANDE PRÊMIO DO JÚRI PARA FILME EM REALIDADE VIRTUAL (VR)
La Camera Insabiatta, de Laurie Anderson
MELHOR CRIATIVIDADE COM A TECNOLOGIA
Bloodless, de Gina Kim

Fonte: G1

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,