mar 16

Pegue as guloseimas e curta esses filmes no fim de semana. Divirta-se!

 

Animação 
Touro Ferdinando (Ferdinand), EUA, 2017. Dirigido por Carlos Saldanha, com vozes no original de John Cena, Kate McKinnon, entre outros. Ferdinando é um touro órfão, calmo, que não gosta de brigar com outros animais. Porém, depois de adulto e após morar numa fazenda onde todos o respeitam, ele é capturado e retorna à sua fazenda de origem e é escolhido como o maior e mais rápido animal a participar da touradas de Madri.

Comédia 
Adeus Berthe: O Enterro da Vovó (Adieu Berthe ou l’enterrement de Mémé), França, 2012. Dirigido por Bruno Podalydès, com Valérie Lemercier e Denis Podalydès. Armand, um farmacêutico obcecado, está passando por uma crise de meia idade. Ele tem que equilibrar as tensões da vida de casado e pai de família com sua relação com uma amante secreta. Ele começa a perder o controle quando sua avó morre e ele se depara com a seguinte questão: enterro ou cremação?

Comédia Dramática 
O Que Traz Boas Novas (Monsieur Lazhar), Canadá, 2011. Dirigido por Phillipe Falardeau, com Mohamed Fellag e Sophie Nélisse. Quando a professora de uma escola primária morre de uma forma trágica, o substituto escolhido é Bachir Lazhar, um imigrante argelino. Ninguém suspeita do passado doloroso do professor ou de seu risco de ser deportado a qualquer momento.

Comédia Romântica 
Apenas Um Suspiro (Le Temps de l’aventure), França/Bélgica/Irlanda, 2013. Dirigido por Jérôme Bonnell, com Gabriel Byrne e Emmanuelle Devos. No trem que a leva a Paris, Alix, uma atriz, se vê atraída por um desconhecido de ar triste, Doug. Ao chegar à estação, ele lhe pergunta qual o caminho para a igreja de Sainte-Clotilde. Depois, desaparece.

 

Documentário 
Ícaro (Icarus), EUA, 2017. Dirigido por Bryan Fogel, com Bryan Fogel e Grigory Rodchenkov. Quando o ciclista amador Bryan Fogel começa a descobrir a verdade sobre o doping nos esportes, decide entrar de cabeça num experimento ousado para comprovar a incompetência do método de controle dos atletas. Sua investida, no entanto, transforma-se em algo muito maior quando o médico russo, que o orienta no processo, se vê no centro de um enorme escândalo que compromete o resultado das últimas Olimpíadas de verão e inverno e envolve a temida agência russa de segurança.

Drama 
Sem Amor (Nelyubov/Loveless), Rússia/França/Bélgica/Alemanha, 2017. Dirigido por Andrey Zvyagintsev, com Maryana Spivak e Alexey Rozin. Zhenya e Boris estão atravessando um divórcio conturbado, marcado pelo ressentimento, pela frustração e por recriminações. Já começando novas vidas, cada um com um novo parceiro, eles estão impacientes para começar de novo, para virar a página – mesmo que isso signifique algumas ameaças de abandonar o filho de 12 anos, Alyosha. Até que, após testemunhar uma das brigas, Alyosha desaparece…

Guerra 
Matança Necessária (Essential Killing), França/Hungria/Irlanda/Noruega/Polônia, 2010. Dirigido por Jerzy Skolimowski, com Vincent Gallo e Emmanuelle Seigner. Um guerreiro afegão é capturado, interrogado, torturado e transportado para uma destinação desconhecida na Europa, numa imensa paisagem coberta de neve. Aproveitando-se de um acidente, escapa e se vê livre, mas perdido num ambiente hostil. Inicia-se uma perseguição com helicópteros, soldados e cães pela floresta . Sem água ou comida, ele enfrenta uma árdua jornada para sobreviver e permanecer livre.

Suspense 
Esta é a sua Morte (The Show), EUA, 2017. Dirigido por Giancarlo Esposito, com Josh Duhamel e Famke Janssen. O universo dos reality shows visto a partir da história de Adam Rogers, um homem narcisista e implacável, que tem como único propósito que seu programa seja o mais assistido da televisão. Em sua busca por audiência, Adam desenvolve um reality show impactante e inédito na TV, com regras rígidas e brutais, que levarão os participantes a ultrapassarem qualquer limite da ética e dos valores humanos para alcançarem seus objetivos.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , ,

mar 03

As cinco produções indicadas na categoria melhor filme estrangeiro, do Oscar, são muito interessantes. Confira seus trailers:

.Corpo e Alma – de Ildikó Enyedi, sobre um homem e uma mulher, que são colegas de trabalho, passam a se conhecer melhor e descobrem que sonham as mesmas coisas quando dormem. (Hungria)

.Loveless – de Andrey Zvyagintsev, sobre um garoto de 11 anos que, não é amado, desaparece depois de mais uma briga de seus pais. (Rússia)

.O Insulto – de Ziad Doueiri, sobre um cristão libanês e um refugiado palestino que iniciam um desacordo por um motivo bobo. (Líbano)

.The Square – de Ruben Östlund, sobre um curador de um museu que faz de tudo para promover uma exposição e decide contratar uma relação de relações públicas, porém, isso acaba gerando situações infelizes. (Suécia)

.Uma Mulher Fantástica – de Sebastián Lelio, sobre uma transsexual que deseja ser cantora de sucesso e, por isso, canta em vários lugares na noite, mas depois da morte de seu amor sua vida dá uma guinada. (Chile)

 

Escrito por marcia
Tags: , , , , , ,

mar 03

A cerimônia de premiação do César, que é considerado o Oscar francês, foi realizada na Salle Pleyel, na noite de sexta-feira (2/3), em Paris, França. Confira os ganhadores:

MELHOR FILME
120 Batimentos Por Minuto, de Robin Campillo 
MELHOR PRIMEIRO FILME
O Pequeno Fazendeiro, de Hubert Charuel
MELHOR DIRETOR
Albert Dupontel, por “Au Revoir là-haut”
MELHOR ATRIZ
Jeanne Balibar, por “Barbara”
MELHOR ATOR
Swann Arlaud, por “O Pequeno Fazendeiro”
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Sara Giraudeau, por “O Pequeno Fazendeiro”
MELHOR ATOR COADJUVANTE
Antoine Reinartz, por “120 Batimentos Por Minuto”
MELHOR ATRIZ REVELAÇÃO
Camélia Jordana, por “Le Brio”
MELHOR ATOR REVELAÇÃO
Nahuel Pérez Biscayart, por “120 Batimentos Por Minuto”
MELHOR FILME ESTRANGEIRO
Loveless, de Andrey Zvyagintsev (Rússia)
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
120 Batimentos Por Minuto, de Robin Campillo
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Au Revoir là-haut, de Albert Dupontel e Pierre Lemaitre
MELHOR DOCUMENTÁRIO
Eu Não Sou Seu Negro, de Raoul Peck
MELHOR CURTA-METRAGEM
Les Bigorneaux 
MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
Le Grand Méchant Renard et Autres Contes…, de Benjamin Renner e Patrick Imbert
MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
120 Batimentos Por Minuto, de Arnaud Rebotini
MELHOR FIGURINO
Mimi Lempicka, por “Au revoir là-haut”
MELHOR FOTOGRAFIA
Vincent Mathias, por “Au Revoir là-haut”
MELHOR SOM
Nicolas Moreau, Stéphane Thiébaut e Olivier Mauvezin, por “Barbara”
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Pierre Queffelean, por “Au revoir là-haut”
MELHOR MONTAGEM
Robin Campillo, por “120 Batimentos Por Minuto”
MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
Grandpa Walrus 
CÉSAR DE AUDIÊNCIA
Uma Agente Muito Louca 
CÉSAR HONORÁRIO
Penélope Cruz 

Fonte: site oficial

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

fev 08

Este drama russo, que aborda um casal no final de um relacionamento, é violento psicologicamente, tem boas atuações, é bem dirigido e tem um roteiro interessante – ganhou o Prêmio do Júri no Festival de Cannes 2017 e concorre ao Oscar 2018, na categoria melhor filme estrangeiro. A direção é de Andrey Zvyagintsev (Leviatã), com Maryana Spivak, Aleksey Rozin, Matvey Novikov, Marina Vasileva e Aleksey Fateev.

Boris e Zhenya estão se divorciando. Depois de anos juntos, os dois se preparam para suas novas vidas: ele com sua nova namorada, que está grávida, e ela com seu parceiro rico. Com tantas preocupações eles acabam não dando atenção ao filho, Alyosha, que desaparece misteriosamente.

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , ,

dez 04

LA Critics Association divulgou a lista dos melhores no cinema em 2017, no domingo (3/12), em Los Angeles. A cerimônia de premiação acontecerá no jantar anual da classe em 13 de janeiro de 2018. Confira os ganhadores:

MELHOR FILME
Me Chame Pelo Seu Nome 
SEGUNDO MELHOR FILME
The Florida Project 
MELHOR DIRETOR
Guillermo del Toro, por “The Shape of Water”
Luca Guadagnino, por “Me Chame Pelo Seu Nome”
MELHOR ATRIZ
Sally Hawkins, por “The Shape of Water”
SEGUNDA MELHOR ATRIZ
Frances McDormand, por “Three Billboards Outside Ebbing, Miissouri”
MELHOR ATOR
Timothée Chalamet, por “Me Chame Pelo Seu Nome”
SEGUNDO MELHOR ATOR
James Franco, por “The Disaster Artist”
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Laurie Metcalf, por “Lady Bird”
SEGUNDA MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Mary J. Blige, por “Mudbound”
MELHOR ATOR COADJUVANTE
Willem Dafoe, por “The Florida project”
SEGUNDO MELHOR ATOR COADJUVANTE
Sam Rockwell, por “Three Billboards Outside Ebbing, Missouri”
MELHOR ANIMAÇÃO
The Breadwinner 
SEGUNDA MELHOR ANIMAÇÃO
Coco 
MELHOR FILME ESTRANGEIRO
BPM (Beats Per Minute)
Loveless 
MELHOR DOCUMENTÁRIO/NÃO FICÇÃO
Faces Places 
SEGUNDO MELHOR DOCUMENTÁRIO
Jane 
MELHOR ROTEIRO
Jordan Peele, por “Corra!”
MELHOR SEGUNDO ROTEIRO
Martin McDonagh, por “Three Billboards Outside Ebbing, Missouri”
MELHOR EDIÇÃO
Lee Smith, por “Dunkirk”
SEGUNDA MELHOR EDIÇÃO
Tatiana S. Riegel, por “I, Tonya”
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Dennis Gassner, por “Blade Runner 2049”
SEGUNDA MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Paul D. Austerberry, por “The Shape of Water”
MELHOR TRILHA SONORA
Jonny Greenwood, por “Phantom Thread”
SEGUNDA MELHOR TRILHA SONORA
Alexandre Desplat, por “The Shape of Water”
MELHOR FOTOGRAFIA
Dan Laustsen, por “”The Shape of Water”
SEGUNDA MELHOR FOTOGRAFIA
Roger Deakins, por “Blade Runner 2049”
PRÊMIO DOUGLAS EDWARDS INDEPENDENTE/FILMES EXPERIMENTAIS
Lee Anne Schmitt’s Purge This Land”
PRÊMIO PELA CARREIRA
Max von Sydow
PRÊMIO NOVA GERAÇÃO
Greta Gerwig

Fonte: site oficial

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

maio 28

A cerimônia de premiação do Festival de Cannes foi realizada no Palais des Festivals, neste domingo (28/5), em Cannes, França. Confira os ganhadores:

PALMA DE OURO – Melhor Filme
The Square, de Ruben Östlund (Suécia)
MELHOR DIRETOR
Sofia Coppola, por “O Estranho Que Nós Amamos”
MELHOR ATRIZ
Diane Kruger, por “In The Fade”
MELHOR ATOR
Joaquin Phoenix, por “You Were Never Really Here”
GRANDE PRÊMIO
120 Battements Par Minutes, de Robin Campillo (França)
PRÊMIO DO JÚRI
Loveless, de Andrey Zvyagintsev (Rússia)
MELHOR ROTEIRO
Yorgos Lanthimos e Efthimis Filippou, por “The Killing of a Sacred Deer”
Lynne Ramsay, por “You Were Never Really Here”
PRÊMIO DO 70 ANIVERSÁRIO
Nicole Kidman
CÂMERA DE OURO
Jeune Femme, de Léonor Serraille (França)
PALMA DE OURO – Curta-Metragem
Xiao Cheng Er Yue, de Yang Qiu
MENÇÃO HONROSA – Curta-Metragem
Katto, de Teppo Airaksine
OEIL D’Or – Prêmio de Documentário
Faces Places, de Agnès Varda (França)
PRÊMIO ECUMÊNICO DO JÚRI
Radiance, de Naomi Kawase (Japão)

Fonte: site oficial

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , ,

maio 18

No segundo dia do Festival de Cannes, estrelas posaram no tapete vermelho da première do drama russo “Loveless”, de Andrey Zvyagintsev, e do drama americano “Wonderstruck”, de Todd Haynes, na noite de quinta-feira (18/5), realizada no Palais des Festivals, em Cannes, França. Confira os looks de Susan Sarandon (com uma roupa Chanel), Robin Wright (com um vestido Michelle Mason), Deepika Padukone (com um vestido Brandon Maxwell), Uma Thurman, Svetlana Ustinova, Michelle Williams (com um vestido Louis Vuitton) Julianne Moore (com um vestido Chanel).

Fonte: JustJared e Elle.com

Escrito por marcia
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,