nov 15

A bela e talentosa Jessica Chastain está na capa e no recheio da revista americana Town & Country, edição de dezembro/janeiro e nas bancas a partir de 21 de novembro. A estrela do filme “Molly’s Game” disse porque não escolhe atuar em papéis tradicionais femininos: “Não estou em papéis tradicionais femininos porquê não acho que as personagens são muito interessantes, e não acho que elas representem a vida real. Estou trabalhando duro para libertar-me de estereótipos que a indústria cinematográfica criou para as mulheres.”Sobre a igualdade de remuneração e o que ela não aceitará mais: “Se eu estiver numa situação em que tenha igual experiência com o ator e meu papel for muito significativo, não há motivo para que eu seja paga a menos. Agora não faz mais parte do meu mundo, porque não aceito isso.” E sobre sua missão de inspirar jovens: “Acredito que a energia que você coloca no mundo é o que você recupera, então estou tentando colocar algo positivo lá fora, algo para inspirar as garotas e entrar na ciência, para concorrer ao escritório, ou para juntar-se ao programa espacial.”

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , ,

mar 02

A bela Katie Holmes, com um vestido Dior, está na capa da revista americana Town & Country, edição de abril e nas bancas a partir de 7 de março. A atriz, de 38 anos, falou sobre equilibrar a carreira e sua filha Suri, de 10 anos: “Minha filha é a pessoa mais importante para mim, e sua educação é fundamental para o meu trabalho agora. É muito importante que eu esteja presente e ela tenha uma infância estável e inocente. Me sinto muito abençoada por fazer o que faço, mas não há nada no mundo melhor do ver seu filho ter sucesso.” E sobre a vida como celebridade no olho do público: “No mundo de hoje um monte de celebridades provavelmente protegem seus filhos dos tablóides. Na minha casa, sabemos que o que eles imprimem não é verdade, por isso não prestamos atenção. Há coisas mais importantes… se as pessoas sabem quem você é, elas podem escrever sobre você, e você não pode controlar isso.”

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , , ,

jun 28

Diane Kruger na Town & CountryA estrela alemã Diane Kruger está na capa e no recheio da revista americana Town & Country, edição de agosto e nas bancas a partir de 5 de julho. A atriz, de 39 anos, fala sobre a crise de identidade que teve ao completar 30 anos: “Tinha me tornado arrogante. Tinha sido modelo, falava três línguas e tinha uma carreira [como atriz]. Sentia que tinha  entendido tudo. E então percebi que estava vivendo nesta vida privilegiada em minha própria bolha que havia criado e [não] sabia nada sobre o que acontecia no mundo e [não] fazia perguntas suficientes… Fiz um monte de opções diferentes. Cortei as pessoas da minha vida que permitiram a bolha.” Sobre o amor de longa data, o ator canadense Joshua Jackson: “Encontrar alguém como o meu parceiro, que tem uma perspectiva muito diferente, que gosta de viajar de uma forma diferente e está aberto a várias experiências, foi muito importante. Tinha 30 anos e estava cansada de hotéis de luxo.” E sobre o feminismo e as disparidades salariais em Hollywood: “Ainda tem que ser pago o mesmo montante como o masculino. E absolutamente. Fui rotulada de cadela, ou difícil de se trabalhar, quando falei sobre alguma coisa. Ou é: ‘Ela realmente não sabe o que está falando.'”

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , ,

maio 11

Matt Damon na Town & CountryO astro Matt Damon está na capa e no recheio da revista americana Town & Country, da edição junho/julho e fala sobre sua Ong de filantropia a Water.org. O ator, de 45 anos, fala sobre a influência que os famosos têm sobre as pessoas: “Me tornei famoso. É surreal acordar um dia, de repente, e ter uma esfera mais ampla de influência do que você jamais esperava. Você realmente quer fazer o bem no mundo, mas você vai cometer um monte de equívocos. As pessoas começaram a me pedir para ir a este ou aquele evento de gala. E então eu vou encontrar meu nome associado a coisas que nada sabia sobre elas. Não quero ser alguém em que as pessoas reviram os olhos, pensando: ‘O que ele está fazendo, entrando no meio desse tipo de coisas?’ E é por isso, uma vez que minha vida estava indo bem e a carreira um pouco estabilizada, minha mulher estava grávida, eu decidir ficar sério sobre uma coisa.” Sobre a falta de acesso a água: “Nós não sabemos o que é ter sede. Temos torneiras em todos os lugares. Nossa água do banheiro é mais limpa do que a que 663 milhões de pessoas têm para beber. A crise em Flint, Michigan, ironicamente, é uma das primeiras vezes, pelo menos em minha memória, que os americanos tornaram-se conscientes de quão necessário é ter a água limpa, e as consequências de não tê-la”. E sobre seu apoio à Hillary Clinton para presidente dos Estados Unidos, por causa da água: “Ela entende que a partir de um número de diferentes ângulos – como uma questão de direitos humanos e, obviamente, o seu impacto sobre as mulheres e as meninas. Esta não é uma questão partidária, que é uma coisa muito boa sobre ela. Nós conversamos igualmente com senadores e congressistas republicanos e democratas”.

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , , ,

mar 02

Tina Fey na Town & CountryTina Fey está na capa e no recheio da revista americana Town & Country, edição de abril. A atriz, de 45 anos, estrela do filme “Whiskey Tango Foxtrot”, fala sobre envelhecer em Hollywood: “O maior desafio para mim como atriz é apenas envelhecer. Tentando reproduzir a cena na mão e ao mesmo tempo tentando manter sua face erguida. Avançar rápido aos 68, é um ato glorioso de bravura… Havia pessoas nos Globos, em seus vinte anos, que estão botocadas. Em seus vinte anos! Temos sido tão condicionados, agora nunca verei um rosto humano real, que se move, com seus dentes originais. Às vezes, nos esquecemos de que há uma escolha. Escolhi não fazer isto. É como usar vários de Spanx [langeries que ‘esconde’os defeitinhos das mulheres]: bom para você, não para mim. Não é obrigatório”. E sobre a percepção contínua de Hollywood que as mulheres não são engraçadas: “Amy [Poehler] e eu só fizemos dois meses de imprensa para [o filme] ‘Sisters’ e os jornalistas ainda traziam à tona: ‘As pessoas dizem que as mulheres não são engreçadas’. A próxima vez que eu estiver em uma coletiva de imprensa e alguém dizer isso, tenho de lembrar e dizer: ‘Nós precisamos parar de falar sobre se as mulheres são engraçadas. E temos de reconhecer que os negros são mais engraçados do que as pessoas brancas’. Vamos discutir isto.

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , ,

maio 16

A bela Jennifer Connelly está na capa e no recheio da revista americana Town & Country, edição de junho/julho e nas bancas a partir de 19 de maio. A atriz, de 44 anos, fala sobre a mudança nos tipos de scripts que lhe foi enviado após o nascimento de sua filha: “De repente estou lendo roteiros onde sou a mãe da mulher que está acontcendo a aventura, e apenas uma espécie senta-se à margem. Era como: ‘Espere um minuto’. O que foi interessante é que parecia acontecer muito rapidamente”. Sobre a diferença entre ela e seu marido, o ator britânico Paul Bettany: “Sou mais reservada. Posso ser um pouco tímida em grupo. Quer dizer, eu o gerencio muito bem, mas ele é muito mais extrovertido do que eu. Uma vez, que eu esteja confortável com alguém, não sou reservada. [Uma vez que nessa altura] Eu sou uma confessora compulsiva”.

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , ,

ago 06

A bela Naomi Watts está na capa e no recheio da revista americana Town & Country, edição de setembro e nas bancas a partir de 12 de agosto. A atriz, de 45 anos, fala da pressão para fazer cirurgia plástica: “Sinto realmente que estou no meu caminho. Sendo um centro industrial, a auto-consciência apenas permeia. Há dias que me sinto vitoriosa com o que tenho, você sabe, cheguei até aqui [sem plástica]. Mas há um milhão de dias em que me olho no espelho e penso: ‘Vou fazer isso'”. Ao aceitar atuar em “Divergente”: “Prefiro ser uma atriz de personagem e ter longevidade – tanto quanto puder – do que me iludir em acreditar que sempre serei a protagonista, sabe?” E sobre odiar audições: “Sou uma pessoa ansiosa, e odeio ser colocada em uma posição onde estou sendo testada. Se me sinto segura, posso ser eu, mas se não me sinto segura, tento agradar”.

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: , ,

jul 02

A estrelinha Dakota Fanning está na capa e no recheio da revista norte-americana Town & Country, edição de agosto e nas bancas a partir de 8 de julho. A atriz, que começou a atuar aos cinco anos, fala como foi crescer sob o olhar do público: “Porque as pessoas me viram crescer, há esse tipo estranho de propriedade que elas sentem por mim e que é… difícil. Porque não é real; está em suas mentes. As pessoas não me conhecem, tanto quando elas acham que conhecem. Vou estar andando na rua e alguém diz: ‘Olá’. E eu vou dizer: ‘Oh, oi!’ Acharei que devo conhecer essa pessoa se disse ‘Olá’, mas depois você percebe que não os conhece”. E sobre os filmes que gostaria de dirigir um dia: “É muito difícil encontrar um filme sobre uma mulher forte – aquele que não tem nada a ver com um cara ou o amor de um amor ou o desgosto de um cara. Essa é a única crise que as mulheres lidam: amor, perda do amor e tristeza? Há mais na vida do que isso”.

Fonte: JustJared

Escrito por marcia
Tags: ,